Luiza de Paula Terapia Holística

Terapeuta Holística CRT 45654

Cromoterapia

Equilíbrio...

A cor ocupa grande parte de nossas vidas. A natureza nos proporcion constantemente variados matizes. Um brilhante céu azul pode elevar nosso espírito e um céu escuro e nublado podem fazer-nos sentir deprimidos e desernegizados.

A radiação solar traz alegria a muitos de nós. Cada estação do ano tem diferentes tons. Não preciso falar deles, todos tivemos contato com esses fatos segundo nosso ponto de vista. Quando o céu está claro à noite e a lua é cheia, muita gente se sente influenciada, favorável ou desfavoravelmente por isto.

Tudo tem uma certa frequência de vibração e isto se aplica a todos os órgãos do corpo humano. Se ocorrer qualquer desvio da vibração normal tem-se um índice de que o órgão não está funcionando adequadamente.

Todos os órgãos têm uma vibração característica e que pode ser detectada e a tarefa do terapeuta é localizar as vibrações defeituosas do corpo e restaurá-las à saúde normal.

A aplicação da frequência adequada alterará a defeituosa e dará ao órgão o estado de normalidade. Fadiga, tensão, stress, medo e todas as emoções negativas são criminosos perturbando as vibrações saudáveis.

A cor é uma vibração pura e quando usada na tonalidade certa e focalizada no lugar certo pode corrigir o problema e reconduzir o corpo à saúde. As cores podem ser visualizadas com alguma perseverança. Tais cores podem ser empregadas num processo de autoterapia ou recomendadas para pacientes. E, é claro, a cor pode ser aplicada através de uma lâmpada colorida.

Os terapeutas que usam o pêndulo estão em vantagem quanto ao diagnóstico, seleção de cor e quanto à duração do tratamento. Os pacientes não devem ser tratados exclusivamente do mal de que sofrem, mas necessitam ser cuidados em três níveis.

Inicialmente, deve-se tratar a moléstia no nível físico; a seguir, no nível elétrico, que compreende o sistema nervoso; finalmente, ao nível astral, que compreende as glândulas endócrinas e as emoções.

A maior parte das pessoas, ao olhar para a aura, só pode ver as vibrações dos três corpos mencionados, mas é muito difícil ver as vibrações dos corpos superiormente desenvolvidos.

Na aura, a vibração física está sempre numa posição fixa, muito próxima ao corpo físico. A vibração etérica fica mais ou menos próxima, embora esteja misturada ou atuando como um duplo com a física, quando se está em boa saúde.

A camada astral é móvel. Pode-se configurar como uma terceira camada, próxima à etérica, quando em posição normal ou, então, estar mais afastada do corpo. Em caso de choque ou distúrbios emocionais, afasta-se de sua posição normal. Após uma operação, o praticante deve inicialmente remover as toxinas anestésicas e, então, cuidar do corpo astral.

Texto da internet- site EuSouLuz

Boas energias e com o carinho de sempre…

Tags:, , , ,

Posted in Livros, Textos e Vídeos and Mesa Radiônica e Radiestesia.

Add a comment

Comments are closed.